Melhores Trombones

Os melhores trombones são instrumentos de sopro muito interessantes, que atraem a atenção de muitos músicos.

Se esse é o seu caso, o primeiro passo é conhecer em detalhes a estrutura e, também, as diferentes marcas e modelos que existem atualmente.

Deve-se partir do princípio de que existem instrumentos mais adequados para iniciantes e, outros que são próprios para músicos profissionais.

Mas a escolha do instrumento ideal para as suas necessidades é complexo e demanda atenção para comparar os postos-chaves.

Deve-se verificar os recursos e selecionar um modelo que tenha aqueles que você vai realmente utilizar.

Mas não se preocupe porque esse guia de compras completo vai te mostrar em detalhes como fazer as comparações para escolher o mais adequado entre os melhores trombones.

Melhores Trombones de 2023

Trombone Vara Yamaha Ysl 356 Ge Calibre DuploTrombone Vara Yamaha Ysl 356 Ge Calibre DuploMelhor TromboneR$ 9.479,00 na Americanas
Trombone de Vara YAMAHA Bb YSL-354/ETrombone de Vara YAMAHA Bb YSL-354/ETrombone com Alto Desempenho ProfissionalR$ 6.851,00 na Amazon
Trombone de Vara Jupiter JSL 538 RL Bb/Fá 500 SériesTrombone de Vara Jupiter JSL 538 RL Bb/Fá 500 SériesMelhor Trombone Custo BenefícioR$ 8.254,00 na Americanas
Trombone Jupiter Jsl 636 RlTrombone Jupiter Jsl 636 RloTrombone com Alto Padrão de QualidadeR$ 8.946,00 na Americanas
Trombone Tenor Júpiter JTB 1100 Sib Laqueado com CaseTrombone Tenor Júpiter JTB 1100 Sib Laqueado C/CaseMelhor Trombone com Valor AcessívelR$ 5.932,00 na Americanas

O que são os trombones e de onde vem esse nome?

O termo trombone tem origem italiana e, a tradução literal quer dizer “trombeta grande”. Isso faz bastante sentido, visto que esse instrumento se parece uma trombeta, mas com um tamanho bem superior.

A invenção desse instrumento aconteceu na tentativa de se obter um instrumento intermediário entre a tuba e a trombeta.

O resultado da forma bem maior seria, com certeza, um registro bem mais profundo. No trombone, obtém-se um harmônico bem completo.

São diversos tons, assim como ocorre em vários instrumentos característicos de orquestras. Mas é mais comum utilizar o trombone como tenor, visto que os trompetes já suprem a necessidade de um soprano.

Melhores Trombones

Como eles funcionam

Os trombones são instrumentos de sopro que, assim como a maioria, possui um sino de projeção. Nesse caso, esse componente é maior que a própria trombeta.

Além disso, existe um bocal na extremidade e um tubo intermediário. Nesse caso, não existem válvulas e tubos, como nos outros instrumentos metálicos.

Nos trombones, as notas são operadas utilizando-se o slide. Para obter os sons, deve-se alongar e encurtar o slide, o que modifica a trajetória do ar entre a boca e o sino.

Uma distância maior proporciona notas mais baixas, enquanto comprimentos menores levam a distâncias mais altas.

Os trombones são instrumentos de metal essenciais para estilos como o jazz e, é também um dos mais legais de se tocar em uma banda.

Conheça as partes dos trombones

Se você já toca ou deseja começar a tocar esse instrumento, precisa conhecer bem quais são os componentes dos trombones.

São muitas partes e, conhecer e compreender cada uma delas é uma tarefa complicada, sobretudo para os iniciantes.

Por isso, antes de falarmos sobre como comparar os produtos, é fundamental explicar um pouco sobre cada um dos seus componentes. Então vamos lá:

Boquilhas

Todos os trombones precisam de boquilhas, assim como os demais instrumentos metálicos de sopro.

Esse componente pode ser de vários tamanhos, mas possuem sempre as mesmas quatro partes: a borda, a taça, a parte posterior e a garganta.

As duas últimas partes citadas são as partes mais importantes em termos de influência sobre a sonoridade do instrumento musical.

Borda

Essa é a parte específica do bocal que fica em contato com a boca do músico e, por isso, as características dela mudam a forma como você vai tocar o instrumento.

Existem modelos mais planos e mais arredondados. Os que possuem contorno plano tem melhor vedação de ar. Por outro lado, apresentam uma menor flexibilidade.

O contorno arredondado é o mais flexível em relação ao encaixe dos lábios e permite uma variedade maior de tons. Mas os lábios devem estar bem mais fortes para conseguir tocar de forma eficiente esse tipo.

Taça

A taça basicamente é a parte por onde o músico vai tocar o instrumento realmente. A profundidade influencia diretamente no som obtido.

Quanto mais profundo for este componente, maior será o volume e mais escuro será o tom.

Em contrapartida, taças mais rasas aumentam bastante o brilho, além de permitirem um melhor controle. Isso porque o músico não precisa fazer tanto esforço para conseguir tocar bem.

O diâmetro também é relevante nesse caso, visto que quanto maior ele for, mais difícil será tocar. Mas a flexibilidade é maior.

Mesmo que a flexibilidade aumente bastante, você deve optar por um bocal com diâmetro grande, mas que seja confortável para você.

Garganta do bocal dos trombones

Essa é a parte específica que sai da xícara e, o seu comprimento pode variar um pouco. Considere que os maiores te permitem soprar com mais força, obtendo assim um som com maior volume.

Sino dos trombones

O sino é a parte mais visível e óbvia nos trombones, visto que ele é de grande porte. E é justamente por meio dessa região que as ondas sonoras saem do instrumento.

É também essa a região onde se deve colocar o silenciador quando necessário.

Para-choque

Esse é um componente que não tem influência na sonoridade do instrumento musical, mas ainda assim é muito importante.

Ele é basicamente uma pequena rolha fabricada em borracha, que evita choques mecânicos do slide enquanto o músico estiver usando o instrumento.

Isso não impede que você bata o trombone enquanto toca, mas de qualquer maneira, impede que os choques sejam muito intensos e acabem danificando o trombone.

De qualquer forma, ao usar o instrumento, tenha bastante cuidado e também bom senso.

Contrapeso

Você já deve ter percebido que apesar de serem instrumentos muito interessantes, os trombones são muito desajeitados e difíceis de se manusear.

Por isso, os trombonistas costumam utilizar o contrapeso, que ajuda a dar um maior equilíbrio durante o manuseio.

O uso desse componente depende bastante das preferências de cada músico. Alguns não se sentem à vontade, mas é inegável que isso ajuda bastante as crianças e principiantes, por exemplo.

Mas é inegável que essa massa extra acaba deixando o som levemente mais escuro. Portanto, isso não deve ser desconsiderado.

Slides

Os slides servem para se realizar a micro afinação dos trombones. Sempre que necessário, eles podem ser removidos sem dificuldades.

Ademais, para ter um instrumento sempre em perfeito funcionamento, é preciso lubrificar esse componente de tempos em tempos.

Slide principal dos trombones

Da mesma forma que os slides de ajuste servem para se fazer pequenos ajustes nos trombones, os slides de válvula servem para configurações mais avançadas.

Esse é o responsável por mudar o tom do instrumento musical. Isso porque ao mover o slide para cima e para baixo, aumenta-se e diminui-se o comprimento do tubo. Com isso, o tom se modifica.

Esse slide principal possui duas peças. A corrediça interna é fabricada em níquel e prata, sendo composta por dois tubos que servem para segurar as corrediças externas.

O slide externo é o que serve especificamente para essa mudança de tom. Para bom funcionamento, é fundamental lubrificar esse componente de tempos em tempos com um óleo específico para essa finalidade.

Vale a observação aqui de que os slides merecem toda a sua atenção, sobretudo no que diz respeito a impactos.

Caso a peça entorte, você não conseguirá tocar adequadamente e, o conserto geralmente é caro e demorado.

Chave da água

Também conhecida como válvula de saliva, essa é uma peça bem peculiar, mas de grande importância nos trombones.

Isso porque ela serve para eliminar o excesso de água que tende a se acumular no instrumento conforme o instrumentista assopra. O que prejudicaria o som e também o uso dos trombones.

Nesse caso, a chave de água se localiza na base do slide principal. Existe um disco pequeno que serve para manter o orifício fechado.

E há também a chave que levanta o disco quando é necessário liberar a saliva. Mas tenha cuidado porque o disco deve estar sempre bem limpo e ter uma boa vedação.

Caso isso não ocorra, pode prejudicar a sonoridade do instrumento devido ao vazamento de ar durante o uso.

O que considerar ao escolher um trombone?

Primeiramente, antes de escolher um entre os modelos de trombones, você deve considerar o seu nível de conhecimento e técnica.

Se você estiver começando agora, a melhor opção é escolher um modelo de iniciante, pelo menos até que você domine muito bem o uso.

Se você já estiver em um estágio intermediário ou avançado, vale a pena investir um pouco mais em um trombone que seja profissional e tenha mais recursos importantes.

Independentemente do seu nível de conhecimento e do valor investido, é desejável que o corpo do instrumento musical seja resistente e durável.

Lembre-se de que se você tiver um corpo de qualidade, pode trocar apenas o bocal quando necessário.

E atenção, pois o bocal é o principal componente dos trombones e, também, aquele que mais influencia no som. Por isso faça a escolha levando principalmente isso em consideração.

Tipo de trombone

O tipo de trombone é a principal questão a se definir para adquirir o modelo ideal. Existem quatro tipos principais, e falaremos sobre cada um deles em detalhes a seguir.

Alto

Esse é um tipo muito comum nas orquestras, além de ser geralmente usado em trabalhos solo. Isso porque ele tem o tom mais alto em relação ao tipo tenor.

Esse é o tipo menos popular porque é bastante específico.

Trombones tenor

Entre todos os tipos de trombones, esse é o mais popular. Mas você deve saber que dentro desse tipo os instrumentos ainda são divididos entre os que possuem diâmetro pequeno e os que têm diâmetro grande.

Os instrumentos de calibre pequeno possuem, em geral, boquilhas com hastes pequenas. Por outro lado, os de maior calibre necessitam de boquilhas de haste também grandes.

Trombones baixos

Nos trombones baixos a afinação é basicamente a mesma dos modelos tenor. Mas, em geral, eles possuem duas válvulas, um sino bem maciço, e um furo maior.

O resultado é a obtenção de um som bem mais cheio e pesado, que permite um melhor desempenho para sons mais baixos.

Os dois gatilhos que mudam a chave podem também ser dependentes ou independentes entre si, dependendo do modelo.

Trombone F-Attachment

O Trombone F- Attachment é o tipo mais complexo e que agrega mais possibilidades ao instrumento musical.

Acima de tudo, ele permite a obtenção de um maior número de notas graves. Além disso, possibilita ao músico executar passagens específicas de maneiras diversas e bem mais simples.

Mas você precisa ficar de olho porque existem dois tipos de acessórios F. O mais comum, conhecido como padrão, possui maior número de curvas. Isso faz com que ele seja mais compacto e resistente.

O envoltório do tipo aberto não tem tantas curvas, permitindo assim o sopro mais livre. Mas isso também é uma questão pessoal.

Características e necessidades do músico

Essa é uma das principais questões a se considerar ao escolher um entre os melhores trombones.

É primordial que o instrumento corresponda às necessidades do músico que vai utilizá-lo. A idade, altura e tamanho do instrumentista devem ser levados em consideração.

Além disso, o nível de conhecimento e habilidade no manuseio dos trombones também é importante.

Músicos de nível profissional, por exemplo, geralmente preferem trombones com envoltório aberto ou anexo F.

Finalidade e estilo musical

Os trombones são instrumentos variados e, por isso, é importante definir as finalidades e o estilo musical para fazer a melhor escolha.

Trombonistas que fazem trabalhos solo e, os que tocam em orquestras sinfônicas geralmente buscam por recursos diferentes e mais avançados.

Para orquestras, os trombones que possuem sino que se afunilam mais bruscamente são mais interessantes. Isso porque emitem som mais brilhante.

Músicos de jazz ou pop, por exemplo, geralmente buscam por instrumentos que tenham um sino que se afunile mais suavemente, e que entregue um som mais quente.

A variedade de oitavas é enorme nos trombones e, por isso, é preciso escolher com cuidado, levando-se em consideração o tipo de som que você busca.

Kits de manutenção

Os kits de manutenção para trombones são itens que geralmente custam caro, mas que são extremamente importantes para a manutenção dos instrumentos.

Para facilitar a vida dos músicos, muitas marcas já incluem esse kit junto com os trombones. Isso acaba diminuindo um pouco o custo deles, o que é uma vantagem.

Por isso, fique de olho se o instrumento que você escolheu já vem com itens inclusos, como, por exemplo:

  • Óleo e graxa para slides: fundamental para o bom funcionamento e sonoridade dos instrumentos. O lubrificante é fundamental para o bom deslizamento, evitando assim a dificuldade de movimentação;
  • Pano de limpeza de latão: muito útil para remover as impressões digitais do instrumento e, assim manter o seu aspecto bem brilhante sempre;
  • Afinador: componente fundamental para todos os músicos. Pequeno e prático, esse dispositivo garante que você possa tocar sempre bem afinado;
  • Metrônomo: ajuda os músicos a manterem o tempo adequado e, é especialmente interessante para os iniciantes. É possível iniciar com calma e, depois ir aumentando pouco a pouco até pegar prática.

Quais são os Melhores Trombones?

Os trombones são instrumentos musicais que possuem muitas variações e, é importante compreender cada uma delas para fazer uma boa escolha.

Mesmo sabendo o que considerar nessa escolha, pode ser que você esteja se sentindo perdido em relação a isso.

Para te ajudar, fizemos uma seleção dos melhores trombones do momento. Dê uma olhada nisso a seguir.

1. Trombone Vara Yamaha Ysl 356 Ge Calibre Duplo

Melhor Trombone

Trombone Vara Yamaha Ysl 356 Ge Calibre Duplo

Trombone Vara Yamaha Ysl 356 Ge Calibre Duplo

  • Tenor/baixo
  • Afinação: Bb/F (Si bemol/Fá)
  • Diâmetro: Dual: 12,7-13,34 mm (0,5-0,525 polegadas)
  • Campana: G

R$ 9.479,00

A Yamaha é uma das empresas líderes no segmento de instrumentos musicais e oferece produtos de alta qualidade.

Este é um dos melhores trombones do tipo tenor/baixo e possui diversas configurações dignas dos modelos profissionais.

Tudo isso por um valor acessível, bastante vantajoso em relação a alguns modelos concorrentes.

Os materiais usados na fabricação deste trombone são de boa qualidade, e o acabamento e resistência fazem jus à marca.

Este é um instrumento musical com foco em oferecer um som bastante completo e rico.

2. Trombone de Vara YAMAHA Bb YSL-354/E

Trombone com Alto Desempenho Profissional

Trombone de Vara Bb YSL-354/E YAMAHA, Yamaha, YSL-354/E

  • Tenor
  • Afinação: Bb (Si Bemol)
  • Boquilha: 48
  • Cor: Laqueado Dourado
  • Dimensões: Diâmetro Médio 12,7 mm (0,5″)

Este é um dos melhores trombones Yamaha, que é uma marca renomada quando se fala em produção de instrumentos musicais.

Este modelo é do tipo tenor e, conta com diversas características compatíveis com um instrumento profissional, topo de linha.

Apesar das suas configurações, este produto tem preço acessível, apresentando uma relação custo-benefício excelente.

Com resposta rápida e entonação precisa, este instrumento permite ao músico obter um som completo e riquíssimo.

O acabamento dourado é muito bonito e brilhante. E para manter o produto sempre bem conservado, ele acompanha uma case para armazenamento e transporte.

3. Trombone de Vara Jupiter JSL 538 RL Bb/Fá 500 Séries

Melhor Trombone Custo-Benefício

Trombone de Vara Jupiter JSL 538 RL Bb/Fá 500 Séries

Trombone de Vara Jupiter JSL 538 RL Bb/Fá 500 Séries

  • Afinação: Bb/F (Si bemol/Fá)
  • Campana 203 mm (8 polegadas)
  • Calibre (ML)  12,70 mm (0,5 polegadas)
  • Acompanha Case e boquilha

R$ 8.254,00

Este é um dos melhores trombones que você vai encontrar, que tem tudo o que você precisa para começar a tocar este instrumento.

A afinação Bb/F é muito versátil e se adapta à variadas situações, estilos musicais e melodias. Por isso, é uma ótima escolha.

Além disso, o manuseio deste instrumento é muito confortável, pois ele apresenta uma boa ergonomia.

Além disso, o braço é confortável e o apoio de polegar pode ser regulado da maneira como você preferir.

Fabricado com materiais de ótima qualidade, este é um modelo muito resistente e durável, que conta com acabamento laqueado rose brass com detalhes niquelado e cromado.

O instrumento também acompanha bocal e case.

4. Trombone Jupiter Jsl 636 Rlo

Trombone com Alto Padrão de Qualidade

Trombone Jupiter Jsl 636 Rl

Trombone Jupiter Jsl 636 Rlo

  • Afinação: Bb/F (Si bemol/Fá)
  • Campana de Bronze 8,5″ (216 mm)
  • Calibre 0,547″ (13,9 mm)
  • Acompanha Case e boquilha

R$ 8.946,00

O Trombone Jupiter Jsl 636 Rlo é um modelo laqueado com afinação em Bb/F que oferece tudo o que os músicos buscam nesse tipo de instrumento musical.

A estrutura, materiais usados na fabricação e o acabamento são pontos positivos neste modelo. Ele possui uma campana fabricada em bronze, além do tubo interno de cromo duro.

Isso confere uma maior resistência e durabilidade à estrutura. Ademais, os tubos externos duráveis em alpaca contribuem para isso.

O modelo conta ainda com acabamento laqueado, alpaca ou prateado, que deixa o instrumento ainda mais bonito e durável.

O bocal e a case de transporte também acompanham este produto, o que te permite tocar logo de cara, sem precisar comprar itens adicionais.

5. Trombone Tenor Júpiter JTB 1100 Sib Laqueado com Case

Melhor Trombone com Valor Acessível

Trombone Tenor Júpiter JTB 1100 Sib Laqueado com Case

Trombone Tenor Júpiter JTB 1100 Sib Laqueado C/Case

  • Tenor
  • Afinação em Bb (Si bemol)
  • Campana de 8,5”
  • Calibre grosso de 0,547”
  • Acompanha case de madeira e boquilha

R$ 5.932,00

  • Tenor
  • Afinação em Bb (Si bemol)
  • Campana de 8,5”
  • Calibre grosso de 0,547”
  • Acompanha case de madeira e boquilha

Este é um dos melhores trombones tenor que existem atualmente e, pode ser uma excelente alternativa para quem busca um modelo com afinação em Bb (Si bemol).

Resistência e durabilidade são duas qualidades deste modelo, composto por um corpo em bronze e, um tubo interno produzido em cromo duro.

Os tubos externos em alpaca também possuem uma ótima durabilidade. E o acabamento laqueado fecha este pacote de características que melhoram a durabilidade e o visual.

A case de madeira ajuda a manter o instrumento musical sempre bem protegido.

Conclusão

Os trombones são instrumentos de sopro incríveis, que permitem a obtenção de sons bem diferenciados conforme a afinação escolhida.

É fundamental fazer a escolha com bastante cuidado para não se arrepender depois. E vale a pena investir um pouco mais em um item de melhor qualidade.

Então, agora que você chegou ao final deste artigo, já deve ter um favorito entre os melhores trombones da nossa lista de sugestões.

Deixe um comentário